« Big Data para leigos – entenda em 5 minutos por que isso muda a forma como vemos o mundo | Main | Quem faz o preço? Você ou o mercado? »

16/10/2013

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

Fabio

Como não poderia ser diferente é muito bom! Só arruma o "ente" para "entre"
abs.

Vdicunto

Parabéns por mais um belo artigo Marcelo. O único ponto que não concordo totalmente contigo é a parte de formação de preço. Não tem jeito, quem faz o preço é o mercado... a empresa não pode ser fiar na máxima custo+margem = preço, pois ela pode estar se posicionando errado no mercado perante os concorrentes. Se o cliente quiser pagar 10 pelo seu produto, não adianta argumentar com ele que isso te dá prejuízo... se tiver um concorrente ou produto substituto (Porter), ele não vai comprar o seu produto.

Mas eu entendi perfeitamente o significado que vc quis expressar, evitando a manipulação e levantando a bandeira de uma forma mais ética de lidar com os clientes, o que eu concordo em GÊNERO, NÚMERO E GRAU!

Marcelo Lombardo

Olá Vicente,

Realmente você tem um ponto muito importante e me instigou a escrever mais um artigo para aprofundar isso. Guenta aí que já sai!!

Abraços, Marcelo

Fabio

Excelente artigo!!

The comments to this entry are closed.

My Photo

Contatos

Facebook LinkedIn Twitter

Patrocínios

Subscribe to our mailing list

* indicates required